Como aumentar testosterona: confira as melhores dicas aqui

Genética e envelhecimento influenciam o nível de testosterona no corpo, afetando o equilíbrio hormonal masculino e trazendo diversas consequências desagradáveis, principalmente nas funções sexuais.

Então, muitos acabam recorrendo aos suplementos, e sem qualquer acompanhamento profissional. Para evitar isso, hoje eu vou falar sobre como aumentar testosterona sem recorrer a cápsulas ou algo parecido. Confira:

Mantenha o seu peso ideal – existe uma relação entre peso corporal e os níveis de testosterona. Em geral, o hormônio tende a ser menos produzido nos homens com grande acúmulo de gordura.

Aqueles abaixo do peso também podem apresentar déficit neste sentido.

Cuide da quantidade e da qualidade do sono – boa parte dos homens com baixos níveis de testosterona não dorme de maneira adequada.

Por isso, apesar de o tempo satisfatório de sono variar de pessoa para pessoa, tenha longas e tranquilas noites de descanso. Buscar a meta de oito horas diárias é uma boa marca para equilibrar a saúde.

Mexa-se! Sedentarismo só atrapalha, inclusive a produção de testosterona. Nosso corpo dispõe de um interessante sistema que disponibiliza nutrientes de acordo com as necessidades mais urgentes.

Quem passa o dia todo sentado, provavelmente receberá menos substâncias para a síntese de testosterona. Afinal de contas, não está precisando tanto assim dos músculos, cujo desenvolvimento é estimulado pelo hormônio masculino.

Então, não ser sedentário pode fazer toda a diferença também quando o assunto é testosterona. Uma caminhada logo cedo é uma ótima forma de começar!

  • Pratique exercícios intensos e regulares– se largar o sedentarismo total já é um estímulo à produção de testosterona, fazer atividades físicas com frequência é melhor ainda.
    A intensidade dos treinos é outro diferencial, pois, ao estimular fortemente os músculos, o corpo recebe uma espécie de aviso para turbinar a síntese de testosterona.

E os treinamentos curtos e intensos são especialmente indicados neste sentido, já que submetem as fibras musculares a grandes esforços, causando fadiga rapidamente. Além disso, é fundamental exercitar um grande número de músculos.

Ou seja, não é recomendável focar em exercícios específicos para um músculo apenas, mas nos que exigem o trabalho de grandes grupos de músculos. E são as pernas que englobam a maior parte deles.

Mais um motivo para os marmanjos não fugirem do treino de pernas, achando que agachamento, por exemplo, é coisa de mulher.

Para completar sua lista de cuidados no quesito atividade física, é bom lembrar que o excesso de exercício prejudica não somente os músculos, como, também, o nível de testosterona.

  • Controle o estresse– sob tensão constante, o corpo aumenta a quantidade de cortisol, o que atrapalha a produção de testosterona.
    Portanto, mesmo não sendo possível acabar de vez com todas as fontes de estresse, é importante tomar algumas providências para mantê-lo sob controle. Tais como evitar o excesso de trabalho e reservar um tempo para relaxar, aproveitar momentos prazerosos.
  • Cuide da sua alimentação– por meio dela, garantimos não só energia como, também, a produção ideal dos hormônios, entre eles a testosterona. Uma dieta saudável é uma das maneiras de aumentar a testosterona naturalmente.
    Porém, existem dicas mais específicas para isso. Por exemplo: cortar ou reduzir significativamente o consumo de açúcar, pois o abuso do produto está associado a baixos níveis de testosterona.

Quer mais dicas de alimentos para aumentar a testosterona naturalmente? Veja aqui. E confira também o infográfico abaixo:

Você sabe o que é Sorgo?

O sorgo está entre os cerais mais produzidos no mundo, é considerado um alimento altamente funcional pois é fonte de nutrientes e de compostos bioativos, sendo utilizado há anos em mais de 30 países e finalmente começa a ser divulgado aos poucos no Brasil.

O sucesso do sorgo em outros países se deve as propriedades benéficas que pode trazer para o organismo, entre as quais redução no colesterol e em diabetes tipo 2, além disso, graças as antocianinas, taninos e outras substâncias presentes no grão, podem prevenir o aparecimento de células cancerígenas como no cólon e no esôfago, e pode ser consumido inclusive pelas pessoas celíacas com intolerância as farinhas em geral.

Em matéria de valor nutricional o sorgo é rico em propriedades antioxidantes, e seu valor nutricional pode ser comparado ao milho devido possuir as mesmas quantidades de proteína, gordura e carboidratos existentes no grão, e os bioativos do sorgo estão presentes nos grãos, nas folhas, em toda a planta, por isso, é 100% aproveitado.

As antocianinas agem como protetoras na produção de enzimas na hora de metabolizar as células cancerígenas, além de reduzir o açúcar no sangue, reduzir os níveis do colesterol ruim conhecido como LDL.

Já no farelo do sorgo negro com tanino estão presentes altos níveis de antioxidantes não encontrados em nenhum outro cereal, e nem mesmo em frutas como morango, ameixa ou no mirtilo considerado altamente rico em antioxidantes.

A redução dos níveis de açúcar no sangue são obtidos com a ingestão do sorgo, graças ao tanino presente na farinha que produz uma digestão mais lenta, fornece um volume maior de fibras e assim a saciedade é prolongada se comparado a outros cereais.

Sorgo como ração para os animais

Muita gente deve ter ouvido falar do sorgo como um alimento muito utilizado como ração animal, e realmente é isso mesmo.

Vários criadores de animais utilizam a mistura para alimentar aves e suínos, a diferença é que não pode haver traços de tanino nesse alimento, pois, esta substância pode afetar as proteínas, e com o amido o resultado seria uma digestão mais difícil, além de interferir no aumento de peso para os animais.

Ao contrário do efeito que teria nas pessoas com a ingestão do sorgo com taninos, que seriam beneficiadas com a redução da digestibilidade do amido e proteínas, dessa maneira poderia prevenir o aparecimento de doenças como o câncer, diabetes, inclusive a obesidade!

A Embrapa Agroindústria de Alimentos (RJ) está lançando no mercado o cereal matinal integral de sorgo com os grãos na cor avermelhada, rico em fibras, antioxidantes, com menos sódio e açúcar, além de conter pré-bióticos que auxiliam no crescimento de bactérias benéficas no trato intestinal.

Mais dicas e infos você encontra no http://sorgo.net.br